Google Translate
Imperdível, seja sócio!
icone telefone

+55 (11) 3077-2050 | 3167-2008

A importância da Água

Qualidade da Água

A água mineral natural é um dos alimentos mais seguros e controlados do mercado.

Extraída de fontes naturais protegidas é também potável na sua origem. Sua composição de sais minerais, oligoelementos e outros constituintes é constante e permanece inalterada dentro dos limites naturais de flutuação, considerando-se pequenas oscilações próprias.

Sua composição mineral é determinada pelo tipo de rocha por onde passa, pelo tempo de permanência no subsolo e pelo grau geotérmico do aquífero.

As fontes de águas minerais naturais são classificadas, além do critério químico, pelos seguintes parâmetros:

 

1. Quanto aos gases

 

I – Fontes radiotivas:

a) francamente radioativas, as que apresentarem, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 litro por minuto (1 l.p.m.) com um teor em radônio compreendido entre 5 e 10 unidades Mache, por litro de gás espontâneo, a 20°C e 760 mm de Hg de pressão;

b) radioativas, as que apresentarem, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 l.p.m., com um teor compreendido entre 10 e 50 unidades Mache, por litro de gás espontâneo, a 20°C e 760 mm de Hg de pressão;

c) fortemente radioativas, as que apresentarem, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 l.p.m., com teor superior a 50 unidades Mache, por litro de gás espontâneo a 20°C e 760 mm de Hg de pressão;

II – Fontes toriativas, as que apresentarem, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 l.p.m., com um teor em torônio na emergência equivalente em unidades eletrostáticas a 2 unidades Mache por litro;

III – Fontes Sulfurosas, as que possuírem na emergência desprendimento definido de gás sulfídrico.

Sobre a qualidade da água
1. Quanto à temperatura

I – Fontes frias, quando sua temperatura for inferior a 25°C;

II – Fontes hipotermais, quando sua temperatura estiver compreendida entre 25 e 33ºC;

III – Fontes mesotermais, quando sua temperatura estiver compreendida entre 33 e 36°C;

IV – Fontes isotermais, quando sua temperatura estiver compreendida entre 36 e 38°C;

V – Fontes hipertermais, quando sua temperatura for superior a 38°C.

A Água Mineral Natural e Potável de Mesa não requerem nenhum tratamento químico ou microbiológico. Elas são envasadas na sua forma natural e próximo ao ponto de captação, sob rigorosa condição de higiene e boas práticas de envase.

Esse conjunto de características confere à água mineral natural propriedades favoráveis à saúde e garantia de segurança alimentar.

A importância da Água

Faz bem para a saúde

A água mineral é essencial para o bom funcionamento dos diversos orgão do corpo humano.

A água corporal total representa aproximadamente de 45% a 73% da massa corporal total do indivíduo, variação essa relacionada com a idade, com o nível de gordura, com o peso, com a dieta alimentar e com o nível de atividade física de cada um.

No indivíduo adulto, 60% a 70% do peso corporal é constituído de água.

Nos órgãos do corpo humano a água ocupa volumes diferentes que variam de acordo com a natureza e função desses órgãos. A água total está contida em dois grandes compartimentos separados pela membrane cellular (membrane extracellular e membrane intracellular).

A água é, em parte, responsável pelo transporte de nutrientes para as células, tornando possível a sua dissolução, favorecendo a digestão e a absorção desses nutrientes. Mantém o organismo hidratado, além de facilitar a remoção de toxinas das células e manter a temperatura corporal adequada.

Segundo especialistas em hidratação do corpo humano, um indivíduo adulto deve consumir diariamente dois litros de água, ou seja, 35 ml de água por cada quilo do corpo, incluindo a água de outros alimentos que são ingeridos. Recomenda-se aumentar a quantidade de água quando fizer muito calor ou durante atividades físicas.

Esse volume de água necessário pode variar em função de diferentes fatores: idade, clima, atividade, tipo de alimentação, exercício físico, presença de doenças (diarreia, vômitos, diabetes) entre outros.

A desidratação tende a ser grave, tornando-se um fator de risco para o aumento da morbidade e da mortalidade, principalmente em idosos e crianças.

O idoso desidrata-se mais facilmente porque os sistemas que funcionam como alerta para a falta de água em seu organismo ficam prejudicados. Assim sendo, é importante oferecer constantemente líquidos aos idosos.

Os sintomas da desidratação incluem: boca seca, urina muito concentrada, olhos secos, rápidos batimentos cardíacos, pele seca, fadiga, dores de cabeça, diminuição da atenção visual, confusão mental, entre outros.

Manter-se hidratado é a melhor receita para prevenir a desidratação e suas graves consequências.

Comece e termine seu dia com um copo de água, de preferência as águas minerais naturais, sem nenhum processo de tratamento químico ou físico e ao longo da jornada, seja na escola, em sua casa, no esporte ou no trabalho, beba a quantidade de água ideal para você.

A Água Mineral Natural é uma das mais importantes bebidas para manter o corpo humano hidratado, pois não tem açúcar, aditivos e calorias. É 100% natural.

A importância da Água

Tipos de Águas Minerais

As águas minerais naturais são classificadas quanto à composição química em:

Oligominerais – quando, apesar de não atingirem os limites estabelecidos no art. 35, do capítulo XII (Decreto-lei nº 7841, de 08 de agosto de 1945), forem classificadas como minerais pelo disposto nos §§ 2º e 3º do art. 1º dessa lei.

Radíferas – quando contiverem substâncias radioativas dissolvidas que lhes atribuam radioatividade permanente.

Alcalino-bicarbonatadas – as que contiverem, por litro, uma quantidade de compostos alcalinos equivalente, no mínimo, a 0,200 g de bicarbonato de sódio.

Alcalino-terrosas – as que contiverem, por litro, uma quantidade de compostos alcalino-terrosos equivalente, no mínimo, a 0,120 g de carbonato de cálcio, distinguindo-se:

a) alcalino-terrosas cálcicas, as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,048 g de cationte Ca, sob a forma do bicarbonato de cálcio;

b) alcalino-terrosas magnesianas, as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,30 g de cationte Mg, sob a forma de bicarbonato de magnésio.

Sulfatadas – as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,100 g do anionte SO, combinado aos cationtes Na, K e Mg.

Sulfurosas – as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,001 g do anionte S.

Nitratadas – as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,100 g do anionte NO, de origem mineral.

Cloretadas – as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,500 g do ClNa (cloreto de sódio).

Ferruginosas – as que contiverem, por litro, no mínimo, 0,500 g do cationte Fe.

Radioativas – as que contiverem radônio em dissolução, obedecendo aos seguintes limites:

a) fracamente radioativas, as que apresentarem, no mínimo, um teor em radônio compreendido entre cinco e dez unidades Mache, por litro, a 20º C e 760 mm de Hg de pressão;

b) radioativas, as que apresentarem um teor em radônio compreendido entre dez e 50 unidades Mache por 1 litro, a 20º C e 760 mm de Hg de pressão;

c) fortemente radioativas, as que possuírem um teor em radônio superior a 50 unidades Mache, por litro, a 20º C e 760 mm de Hg de pressão.

Toriativas – as que possuírem um teor em torônio em dissolução, equivalente em unidades eletrostáticas, a duas unidades Mache por litro, no mínimo.

Carbogasosas – as que contiverem, por litro, 200 ml de gás carbônico livre dissolvido, a 20º C e 760 mm de Hg de pressão.

Todas as etapas do processo de captação e envase de águas minerais naturais ou potáveis de mesa são supervisionadas pela Agência Nacional de Mineração – ANM (antigo DNPM), do Ministério de Minas e Energia, incluindo a aprovação do rótulo-padrão. Também supervisionado pelo Ministério da Saúde/ANVISA, já que a água mineral natural e a água potável de mesa (água natural), além de serem minerais, são também alimento.

A importância da Água

Constituintes minerais das águas naturais

Fonte: Dr. Mário Mourão (Médico Crenólogo)

Diversos minerais são essenciais para o corpo humano, pois ajudam a regular várias de suas funções vitais do corpo e processos metabólicos.

Papel de alguns minerais que podem ser encontrados nas águas minerais naturais:

Bicarbonato – vital para manter o pH das nossas células.

Cálcio – indispensável para o desenvolvimento de ossos e dentes,
importante para coagulação e envio dos impulsos nervosos para as células musculares.

Cloro – regula, juntamente com o sódio, o balanço hídrico e é constituinte de sucos gástricos necessários para uma boa digestão.

Fluoreto – ajuda a prevenir a cárie dentária.

Ferro – auxilia na formação de glóbulos vermelhos e permite que o sangue absorva e o oxigênio.

Magnésio – direciona os impulsos nervosos para as células musculares, mantém os processos metabólicos e atua em numerosas funções. Ativa enzimas para o fornecimento de energia.

Fosfato – ajuda a produzir energia e é um bloco de construção de ácidos nucleares.

Potássio – regula o equilíbrio hídrico, as funções musculares nervosas e as reações ácido/base.

Silício – necessário para a estrutura óssea.

Sódio – importante para regular a tensão do tecido, o equilíbrio hídrico, sensibilidade e contrações.

Sulfato – ajuda o corpo a eliminar toxinas e é importante para o cabelo, cartilagem, vasos sanguíneos e tecido conjuntivo.

Zinco – vital para a divisão celular, tecidos conectivos e crescimento.

A importância da Água

A importância da hidratação

Qualidade da Água

A Água Mineral Natural é um dos alimentos mais seguros e mais controlados do mercado. Ela é extraída de fontes naturais protegidas e é também potável na sua origem. Sua composição de sais minerais, oligoelementos e outros constituintes é constante e permanece inalterada dentro dos limites, considerando-se as pequenas flutuações naturais.

Sua composição mineral é determinada pelo tipo de rocha por onde passa, pelo tempo de permanência no subsolo e pela temperatura do aquífero.

A Água Mineral Natural e Água Potável de Mesa não requerem nenhum tratamento químico ou microbiológico. Elas são envasadas na sua forma natural e próximo ao ponto de captação sob rigorosa condição de higiene.

Esse conjunto de características confere à Água Mineral Natural propriedades favoráveis à saúde e garantia sanitária absoluta.

Faz bem para a saúde

A água é essencial para o bom funcionamento dos diversos órgãos do corpo humano. A água corporal total representa aproximadamente de 45% a 73% da massa corporal total do indivíduo, variação essa relacionada com a idade, com o nível de gordura, com o peso, com a dieta alimentar e com o nível de atividade de cada um.

No indivíduo adulto, 60% a 70% do peso corporal é constituído de água.

Nos órgão do corpo humano, a água ocupa volumes diferentes que variam de acordo com a natureza e função desses órgãos. A água total está contida em dois grandes compartimentos separados pela membrane cellular (a membrane extracellular e a membrane intracellular).

A água é, em parte, responsável pelo transporte de nutrientes para as células, tornando possível a sua dissolução, favorecendo a digestão e a absorção desses nutrientes. Mantém o organismo hidratado, além de facilitar a remoção de toxinas das células e manter a temperatura corporal adequada.

Segundo especialistas em hidratação do corpo humano, um indivíduo adulto deve consumir diariamente dois litros de água (cerca de seis a oito copos de 250 ml), incluindo a água de outros alimentos que são ingeridos. Aumente a quantidade de água quando fizer muito calor ou quando estiver fazendo atividade física.

Esse volume de água necessário pode variar em função de diferentes fatores: idade, peso, clima, atividade, tipo de alimentação, exercício físico, presença de doenças (diarreia, vômitos, diabetes) entre outros.

A desidratação tende a ser grave, tornando-se um fator de risco para o aumento da morbidade e da mortalidade, principalmente em idosos e crianças.

O idoso desidrata-se mais facilmente porque os sistemas que funcionam como alerta para a falta de água em seu corpo ficam prejudicados. Assim sendo, é importante oferecer constantemente líquidos aos idosos.

Os sintomas da desidratação incluem: boca seca, urina muito concentrada, olhos secos, rápidos batimentos cardíacos, pele seca, fadiga, dores de cabeça, diminuição da atenção visual, confusão mental, entre outros.

Newsletter

Envie seu e-mail e cadastre-se na nossa newsletter