Google Translate
Imperdível, seja sócio!
icone telefone

+55 (11) 3077-2050 | 3167-2008

25 de maio de 2021

Lindoya Verão celebra 70 anos com marcantes iniciativas sustentáveis e sociais

Lindoya Verão celebra 70 anos com marcantes iniciativas sustentáveis e sociais

A constante busca pela qualidade e ações voltadas à redução do uso de plástico e energia limpa destacam atuação da empresa de água mineral natural

Comemorar sete décadas de atuação no mercado nacional de água mineral natural é um marco para a Lindoya Verão. Uma das primeiras águas minerais a ser comercializada no Brasil, a Água Mineral Lindoya Verão tem sua trajetória marcada pelo pioneirismo e pela inovação. Desde sua fundação, em maio de 1951, a marca apoia-se em tradição, origem nobre, inovação, design e qualidade.

                                                                                   

A primeira fonte da Lindoya Verão foi descoberta em 1928, na cidade de Lindoia, na Serra da Mantiqueira, pelo padre Casemiro Gomes de Abreu, que ao perceber as qualidades medicinais da água pura e cristalina, começou a oferecê-la aos seus fiéis. Dois anos antes, a cientista polonesa Marie Curie – primeira mulher a receber um prêmio Nobel e única a conquistar por duas vezes (Química e Física) – já havia visitado o balneário de Thermas de Lindoya e reconhecido as qualidades terapêuticas das fontes de águas radioativas.

A fonte recebeu o nome de São Benedito e passou a ser explorada comercialmente em maio de 1951. No final da década de 1960, um fato histórico elevou o reconhecimento da qualidade da Lindoya Verão para além das fronteiras terrestres. Isso porque a água envasada pela empresa foi escolhida pela Nasa por sua altíssima qualidade para ser a água mineral dos astronautas da missão Apollo 11 na conquista da Lua, em 1969.

                                                                         

Nos anos de 1970, enquanto o Brasil e o mundo lidavam com suas crises políticas e econômicas, a Lindoya Verão trabalhava na expansão de seus negócios, trazendo para o mercado nacional duas inovações para a época: as primeiras garrafas em PVC e o primeiro copo de água mineral individual. Na década seguinte, mais um fato histórico veio ratificar a qualidade e boa procedência já comprovadas. Quando a primeira expedição brasileira fez a sua imersão na Antártida, a água mineral Lindoya Verão foi elemento importante entre os suprimentos dos pesquisadores do país.

O pioneirismo e a inovação mantiveram-se presentes ao longo da história da Lindoya Verão, que trouxe para o Brasil novidades como a mudança das garrafas de PVC para PET, a embalagem diferenciada de 240 ml na versão kids, além de um modelo ideal para quem pratica atividade física com a tampa sport cap.

Qualidade testada e comprovada

A reputação de uma água mineral natural é determinada pela quantidade e pela qualidade dos sais minerais que ela contém. A fim de garantir isso, a água proveniente das fontes da Lindoya Verão passa por cerca de 1.400 análises laboratoriais internas de qualidade por mês. Por ano, são mais de 16 mil, sem contar as análises realizadas por institutos externos. Toda essa preocupação é atestada por importantes institutos de certificação e controle, como o NSF International (National Sanitation Foundation) e o INMETRO. Inclusive a empresa foi a primeira do setor de envasamento de água a receber a certificação do INMETRO.

A qualidade incomparável de sua água e a busca incessante por soluções que facilitem o dia-a-dia do consumidor levaram a Lindoya Verão a ser apontada em pesquisa qualitativa da A C Nielsen como a melhor água mineral para a família. Outras premiações, como o troféu Top Of Mind e o Prêmio ABRE (Associação Brasileira de Embalagens) vieram ratificar a importância de a empresa manter o foco em atender o consumidor com qualidade.

Outro valor da marca Lindoya Verão é a sustentabilidade, que está baseada em três pilares: reduzir o uso de plásticos virgens em seus produtos, recolher e reciclar 100% do volume de plástico que coloca no mercado e alcançar o uso de energia 100% limpa em sua produção.

                                                                   

O primeiro pilar é sustentado pela previsão de redução do uso de plástico em três mil toneladas, o equivalente a 100 milhões de garrafas, até 2030. Isso é possível por meio de embalagens que utilizam 20% a menos de PET na sua composição, além do uso de PET reciclado.

Já o segundo, trata-se do compromisso de reciclar 100% das embalagens que produz até 2025. Por meio do Eureciclo, selo de certificação de compensação do impacto ambiental, a Lindoya Verão irá destinar de forma ambientalmente correta uma quantidade de resíduos equivalentes à quantidade das embalagens que a empresa coloca no mercado.  

Com relação ao uso de energia limpa, toda energia necessária para o funcionamento da planta II da Lindoya Verão tem origem em placas de energia fotovoltaica. Além da planta principal da empresa, que utiliza energia com origem na biomassa, a segunda planta tem sua produção 100% autossuficiente de energia solar.

Vale ressaltar sua atuação também na esfera social, que tem como exemplo as parcerias com o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), com parte da renda das vendas revertida para a instituição; e com o GRAACC e a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), contribuindo para o tratamento do câncer infantojuvenil e das crianças deficientes. Além disso, a empresa apoia o Theatro Municipal de São Paulo, um dos mais importantes teatros do Brasil, e diversas instituições na cidade de Lindoia.