Google Translate
Imperdível, seja sócio!
icone telefone

+55 (11) 3077-2050 | 3167-2008

Meio Ambiente

A ABINAM e o Meio Ambiente

A água é um alimento essencial e desempenha um papel fundamental no corpo humano.

Por essa você não esperava!

Com esse entendimento, os envasadores de água mineral natural e água potável de mesa (água natural) podem ser considerados guardiões dos recursos de água mineral natural e água potável de mesa (água natural), pois gerenciam suas atividades de forma sustentável e responsável para garantir a qualidade da água, hoje, e para as futuras gerações.

Em parceria com o Ministério de Minas e Energia, Ministério da Saúde, Ministério do Meio Ambiente, estão comprometidos em assegurar altos padrões de qualidade e segurança alimentar desse produto nobre e cada vez mais raro. No período de 2013 a 2017, a ABINAM aderiu ao projeto de “Coalizão Empresarial” em atendimento à Lei Federal nº 12.305/2010 referente à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) – que disciplina a coleta, o destino e o tratamento de resíduos sólidos pós consumos es (plásticos, vidros, papelão, entre outros).

A Lei 12.305/2010 obriga a implantação de sistema da chamada logística reversa. Trata-se de um conjunto de ações e procedimentos que regulam a coleta e o retorno dos resíduos sólidos aos seus geradores, para que sejam processados e reaproveitados como matéria-prima para novos produtos. A logística reversa tem crescido em importância como instrumento de desenvolvimento econômico e social. Assim, em 2019, a ABINAM em parceria com a Fiesp e a certificadora Eureciclo, visando ao cumprimento da lei, pelo sistema de certificados de reciclagem. Participam na liderança da governança: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Específicos (Abrelpe), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e Associação Brasileira de Empresas Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre).

É importante destacar que, no Brasil, o mercado de água mineral natural em garrafões retornáveis é um dos mais relevantes do setor, sua embalagem é ambientalmente correta, pelo fato de ser retornável (em torno de 160 ciclos  em três anos de uso) e, após este período é reciclada e transformada em matéria prima para uma série de outros produtos  como por ex.(estrados, paletes, camisetas, telhas, brinquedos), entre outros objetos.

A indústria de água mineral natural tem um grande histórico de sustentabilidade ambiental, devido aos cuidados na proteção dos perímetros de captação e nos processos de produção, em respeito à saúde de seus consumidores.

Por essa você não esperava!

……………………………………………………………………………………………………………………Seja amigo do meio ambiente, beba água mineral natural.

Sobre a qualidade da água

Seja amigo do meio ambiente, beba água mineral natural.

Ao longo dos anos, melhoras consideráveis foram alcançadas, minimizando os materiais das embalagens e propiciando uma reciclagem mais eficiente no esforço de melhorar o desempenho ambiental, contribuindo para que o planeta seja mais sustentável. Dessa forma, o setor está ajudando a preservar a saúde da população e o meio ambiente.

Assim, em 2019, a ABINAM fez parceria com a empresa Eureciclo, visando viabilizar o cumprimento da metas de logística reversa estabelecidas pela PNRS. Através de uma plataforma tecnológica que realiza o rastreamento de notas fiscais ao longo da cadeia de reciclagem, de forma a comprovar a origem pós-consumo dos resíduos e sua destinação final para reaproveitamento na indústria, a empresa presta o serviço de compensação ambiental. Esse serviço consiste em um investimento realizado pelas empresas de bens de consumo nas centrais de triagem homologadas pela Eureciclo, que prestam o serviço ambiental de coleta, separação e destinação adequada dos resíduos. Este incremento de receita contribui para ampliar a capacidade de reciclagem dos agentes da cadeia e para reduzir a marginalização destes operadores. A Eureciclo certifica todo esse processo e emite Certificados de Reciclagem, que são utilizados para comprovar o plano de logística reversa das empresas perante os órgãos ambientais. Em São Paulo, esse processo é realizado junto ao sistema FIESP, para as empresas que assinaram o Termo de Compromisso de Logística Reversa no estado.

De onde vem o plástico em nossos oceanos?

Este artigo se baseia em dados e pesquisas para sabermos quais os maiores problemas do mundo sobre Poluição por Plástico. Confira a matéria, clique aqui!

Por: Hannah Ritchie – 01 de maio de 2021

Baixe o arquivo abaixo e conheça os critérios e métricas ESG para a indústria 👇

Critérios e Métricas ESG 

Newsletter

Envie seu e-mail e cadastre-se na nossa newsletter